terça-feira, 27 de novembro de 2007

Ocupação de Tempos Livres. Futebol de 5 (1)

O DFE5 teve muito boas equipas de "futebol de salão", como na altura, o futebol de cinco, hoje futsal, era por muitos conhecido.

Na fotografia, tirada num dos torneios (em Tete), da esquerda para a direita: 1572/67 José Maria Pimenta (Barcelos), 1383/67 Américo Lopes (Chaves), 8933 Cabo Jorge Sousa, 1532/67 Sá e Silva (Barcelos), 1408/67 Fernando Barros, 1405/67 Feliz Leal da Silva(Peniche), 422/65 Viegas (Sabóia), todos jogadores e equipados, e 1º Sargento Carvalho Diogo.

Foto Silva53

7 comentários:

Valdemar disse...

Era uma equipa maravilhosa, mestres do Futebol de salão em Metangula como responsável pelo Desporto inclusivé campo arrecadação e piscina e guarda redes, tive o privilégio de partilhar momentos inesqueciveis.Que bor reviver estes Camaradas, filhos da Escola.

Antides disse...

E ainda há quem prefira outras diversões ao Desporto, o real que se vive no estádio ou em cima da bicicleta.
Embora às vezes seja aproveitado para outros fins...
Pedir que evite guerras é demais.

Antides disse...

Que se saiba, a Frelimo não atacou à morteirada o recinto de futebol de 5 de Metangula. Nesse tempo, parece que ainda havia respeito pelo desporto. Dirão que não se atreveram a disparar do monte sobranceiro a Metangula...

Antides disse...

Quem não gosta de milhões e outras confusões embirra com o futebol, com alguma razão. Mas ontem, ao ver aquele magnífico jogo entre Cabo Verde e Marrocos, lá do belo estádio da "quase portuguesa" Durban, onde passámos, dei comigo a pensar que estava um pouco de Portugal em campo, e de Espanha também. Nesta quase-ilha de que fazemos parte, jogam alguns dos artistas em campo. Marrocos equipa de verde e vermelho; Cabo Verde tem uma língua própria, mas com raízes no português e em África.
Nesta quase-ilha se cruzaram fenícios, hebreus, gregos, romanos, nórdicos, árabes... Somos o produto desse caldo e pelo Mundo nos fomos.

Antides disse...

Escrevendo de desporto, não é do nosso tempo a transferência de "craques" para quem dá mais (condições e dinheiro). Lembremos que Colombo e Magalhães já o tinham feito; o primeiro casara com Filipa Perestrelo e andou pela Madeira, o segundo rumou a Espanha para dar a volta ao "esférico"...

Antides disse...

Sendo este um local de memórias, aviva as ditas. Do Niassa, ficou-me um nome de piloto, Varela; um dia sobrevoava com ele a serra Jéci e ouvi: "olha, eles andam ali em baixo...". Há dias, um outro Varela partiu corações a uns e deixou outros inebriados. Por sinal, o mesmo que nos fez vibrar a todos o ano passado!
Este não é um blogue de negros e brancos, tão-só de homens.

Antides disse...

Peço desculpa ao luso Cristiano (sabem quem é...), mas Messi tem de entrar neste blog (se o "mister" autorizar). É que ele marcou, pela sua Argentina, um golo de respeito, há dias. Mas, se a baliza tivesse as dimensões maias (redonda, pouco maior que a bola), seria difícil marcar aquele golo, a tal distância.